[Contarás nos dedos os dias que faltam para que termine o ano, não são muitos, pensarás] Caio F.

Perdi empregos. Perdi dinheiro. Perdi um amor de quase dois anos. Perdi um amigo que achei que não viveria sem, até perceber que não me fazia falta nenhuma. Perdi sonhos. Perdi ilusões. Perdi a esperança em algumas pessoas. Perdi quilos.Perdi alguns medos. Perdi. Também aprendi. Aprendi que aquilo que quero pode não ser bom para mim. Aprendi que olhos azuis não são mais transparentes que os castanhos. Aprendi que sonhos podem ser reais, e tornarem-se pesadelos. Aprendi que abraço de meio corpo não é o desejo de um beijo. Aprendi que abraço de corpo todo não mente o desejo. Aprendi que amor cresce na imaginação e morre no coração. Aprendi que verdades ditas nem sempre são entendidas. Aprendi que se só houvesse no mundo boas notícias seríamos todos poetas não haveria jornalistas. Aprendi a esperar o pior, quase sempre. Aprendi a calar. Aprendi a não chorar. Aprendi a amar a minha solidão. Aprendi que amor é lento, para chegar e para ir embora. Aprendi que a dúvida me levar a dizer não. Também descobri. Descobri o meu pior, que estava escondido. Descobri que sou engraçada mesmo triste. Descobri o medo de ter medo. Descobri o medo de perder todos os medos. Descobri que Deus conta o tempo diferente. Descobri o poder de salvação das palavras. Descobri meu gênero literário favorito. Descobri escritores. Descobri filmes. Descobri músicas. Descobri que o mesmo remédio que cura, em excesso causa dependência. Descobri como lidar com o defeito dos outros, que é também o meu. Descobri que amar dói. Descobri que ser amado por quem você não ama, também dói. Também doei. Meu tempo, minha atenção. Dei meus sorrisos. Dei minhas palavras. Doei roupas, alimentos. Doei abraços, doei meus ombros para carregar outros pesos. Doei meus ouvidos. Doei meus sorrisos. Dei presentes. Doei um pouco de todo o amor que recebo. E também ganhei. Ganhei tempo para mim. Ganhei livros. Ganhei concurso de poesia. Ganhei amor. Ganhei atenção. Ganhei carinho. Ganhei versos. Ganhei rugas. Ganhei o amor que eu queria há 4 anos atrás, e devolvi. Ganhei conselhos, elogios, críticas. Ganhei cicatrizes. Ganhei presentes. Ganhei amigos. E fui. Fui a esperança de alguém. Fui o motivo do sorriso. Fui o motivo de preocupação. Fui a razão da discussão. Fui o abraço apertado. Fui o amor calado. Fui a amiga perdida. Fui a pessoa covarde que desiste. Eles não sabem que para desistir foi preciso muita coragem. Fui a decepção. Fui a surpresa boa. Fui eu mesma, nos dias bons e nos dias ruis. Fui romance. Fui drama. Fui comédia. Ganhei todos os dias, uma oportunidade de fazer tudo diferente. E não fiz. Ganhei a certeza de ter feito o melhor que podia. Fui feliz. Luana Gabriela 21/12/2009

12 marginálias:

  1. Incrível como me identifico com seus textos... todos eles.

    Que ser você tenha te feito bem.

    Beijo moça!

    ResponderExcluir
  2. mlehor ser feliz do que buscar um amor que um dia acaba... né?

    ResponderExcluir
  3. música: you learn, Alanis Morissete♪
    A vida é feita assim: de aprendizados.
    muito bonito.
    bj

    ResponderExcluir
  4. Caaara, que P E R F E I T O ! Adorei cara, "Ganhei o amor que eu queria(...) e devolvi" Já fiz isso! Ás vezes o que a gente tanto queria nos enche os olhos e a gente acaba acreditando que ainda quer e desiste, mas de repente dói muito fazer isso, ou depois que se faz isso. BjBjBj.

    ResponderExcluir
  5. É realmente perfeito e acredito que muita gente se identificou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. A coisa mais linda que eu li em dezembro. Lindo, lindo, lindo. É tão verdade, que me vi aí, em cada palavra sua... tirando algumas coisas, porque são só suas.

    Feliz ano novo, e que tudo se repita, pra ser feliz outra vez.

    ResponderExcluir
  7. Luana :D

    Gostei muito do texto. Como a Má disse aí em cima, me vi em várias coisas aí também. Principalmente: "Descobri a amar minha solidão. Descobri que o tempo de Deus é diferente."

    Obrigada por todos os recadinhos no meu blog, posso não responder rápido mas leio todos e eles me ajudam realmente :D

    Feliz Natal meio atrasado e um ótimo ano novo!


    Beeijos

    ResponderExcluir
  8. "Aprendi que amor cresce na imaginação e morre no coração."

    LINDO... COMO TODOS OS SEUS TEXTOS...

    BJOS

    ResponderExcluir
  9. adorei o que escreveu e acho que sem aprender com a vida não se pode viver.

    beijão, feliz 2010 ;D

    ResponderExcluir
  10. Obrigada,por me doar nesse momento um pouco de suas contagiantes palavras.Elas me emocionaram.De verdade!Você ganhou uma fã moça!
    Beeeeijos e um Feliz Ano novo!

    ResponderExcluir

Faltou açúcar? Quer um verso de creme?

<< >>