- Eu não tinha este rosto de hoje - Cecília Meireles

Você se preocupa tanto com a cor do cabelo, as rugas futuras que quase saltam do espelho, a cor do esmalte. Sem saber que o que faz com que as pessoas se encantem por você, e eu falo de amigos, parceiros de trabalho e os amores que tanto deseja, não é o perfume, a roupa, nem a maquiagem. Mas o modo como você brinca com as tristezas da vida, sorri mesmo quando chora, e faz rir enquanto desabafa a falar da dor que sente, faz piadas dos próprios defeitos e ainda fala verdades enfeitadas e afirma que a culpa é sua e você coloca em quem quiser. É esse modo leve, que não tem a ver com a balança na farmácia, que vai ficar quando sua juventude se for. E talvez, quem sabe, ela nunca se vá. Não por causa dos cremes ou da massagem facial que você aprendeu a fazer. Mas justamente porque se você sempre tiver um sorriso no rosto como vai perceber as marcas de expressão?
Luana Gabriela
18/01/2010

13 marginálias:

  1. 1º - adorei a nova cara do seu blog.

    2º - foi maravilhosa a forma de vc dizer que o que sempre vai fazer a diferença entre nós, é a nossa espontaneidade, os nossos sorrisos, e a forma de vivermos...

    parabens...

    ResponderExcluir
  2. Amei tudo... pra variar.

    Em 2009 aprendi a sorrir das peças que nos prega... e o resultado foi exatamente esse que você escreveu.
    Lindo!

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  3. ainda não inventaram nada mais bonito que sorrisos, sempre pensei.


    um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Que nada também adorei,ta muito lindoo seu blog luana!

    beijos boa semana pra você também :D

    ResponderExcluir
  5. São detalhes tão pequenos que causam grandes sensações. Pequenas particularidades das pessoas amigas que nos cativa. Um singelo sorriso, um brilho no olhar, um gesto afetuoso.

    Pode parecer pouca coisa, mas para um coração é tudo. Tudo que realmente importa, que se intensifica em cada centímetro de nossa percepção. O pouco que naquela pessoa representa é um baú de tesouros que a gente encontra na vida. São detalhes assim que guardamos eternamente, como raízes fincadas na terra. Lembranças fincadas no coração. Coisa simples. E por isso mesmo tem grandeza.

    Lindo texto.
    :)

    Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Lua,

    Eu vi o comentário e amei.
    Incrivel como a gente pensa parecido... fora as coincidências das nossas vidas amorosas.

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  7. Adorei a frase final do teu post.Muito bom mesmo!Adorei aqui^^

    Beijujubas

    ResponderExcluir
  8. acho que o tempo faz o que nos somos, e eu não vejo sentido em esconder isso.
    disse clarice lispector: depois de um tempo, cada um é responsável pela cara que tem.

    bj.

    ResponderExcluir
  9. Disse tudo, é exatamente isso.

    * Obrigada pela resposta, tá? O que eu estou procurando é uma forma de linkar direto, sem precisar preencher aquela partezinha do formulário.

    Mesmo assim, obrigada por me responder. ;)

    Beijos, dois.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  10. Gostei do novo visual do blog, ficou lindo!!

    Eu gosto de sorrir, estou sempre rindo das minhas quedas, às vezes dos meus problemas, dos meus erros, acho graça em quase tudo... {rsrs'

    Beijoos'
    O blog esta de parabéns! ;)

    ResponderExcluir
  11. Totalmente de acordo!

    ResponderExcluir
  12. Boa reflexão!
    Faz todo sentido. De quê adianta fazer de tudo para ser algo que não é? Ao tentar manter uma aparência jovem por mais tempo do que deveria, a pessoa deixa de ser ela mesma para ser o que a imagem demonstra.
    Não deixa de ser uma perda...

    A Cecília Meireles foi primorosa nesse poema.

    Beijo!
    Ps. O lay ficou lindo!

    ResponderExcluir
  13. Se as pessoas realmente se importassem com isso... Ah... então viveriamos muito melhor. Ou não.
    Na esquina veriamos uns calendários das vovós mais sexys do último ano [Slogan: A sensualidade experiente], e mulheres-fruta balançariam seus cérebros em vez de suas bundas.
    Seria interessante? Talvez. Engraçado? Com certeza.

    E não existiria muita coisa ruim no mundo. E talvez pelo menos um pecado extinto: a fútil Inveja.

    ResponderExcluir

Faltou açúcar? Quer um verso de creme?

<< >>