Vai garota



Vai garota, coloque seus discos para tocar. Vá de Roberto Carlos a Kings of Leon. Ande pela casa de meia branca, abra aquela garrafa que você quer abrir há tanto tempo. Você merece. Feche todas as cortinas e dance, feche as janelas e cante não deixe escapar para quem não merece o lindo som da sua voz sem fôlego de tanta pular. Solte o cabelo.

Vai garota o céu está azul, coloque seu suéter cinza e vá comprar mais vinho. Não chame ninguém você hoje é sua melhor companhia. Coloque seus discos para tocar. Pule no sofá sua mãe nunca irá saber. Deixe a louça pra depois, hoje você precisa lavar a alma. Vá atrás daquele seu sonho que ninguém mais acredita.

Desate os nós da sua garganta e cante Lenine, Los Hermanos, Cássia Eller, Ana Carolina, recite Oasis e grite aquela do Foo Figthers. Não demore pra acordar, são todas as horas pra você passar com você. Nenhum compromisso te espera, hoje deixe aquela garota sempre cheia de razão de lado. Coloque seus discos pra tocar.

Vamos, se algum vizinho tocar a campainha pedindo pra baixar o volume o convide pra entrar, ofereça o café e o chame pra dançar. Deixe-o ser seu par. Não tire o pijama, desligue o celular, hoje atenta apenas suas próprias vontades. Você sabe, o que você quer mesmo é colocar seus discos para tocar, suar sem ser na academia, suar de alegria, se libertar. Não é preciso que ninguém mais veja você se vê por dentro.

Vamos garota, os discos estão empoeirados, quando cansar de dançar, vá tomar um banho e continue cantando. Seu quarto precisa ser arrumado? Cante aquela da sua boy band favorita, hoje você não tem compromissos profissionais, é uma garota cantando a sua música favorita, limpando o quarto, organizando tudo por dentro.

Vamos garota, coloque seus discos para tocar, me diga qual é a sua música favorita, eu espero que você alcance seus sonhos, hoje é tempo de sonhar acordada. Amanhã, mesmo que seja cinza, terá sol exalando de ti, luz e calor pro mundo tempestuoso lá de fora. Vamos garota, os discos não podem esperar.

Livremente inspirado na música Put your records on de Corinne Bailey

1 marginálias:

Faltou açúcar? Quer um verso de creme?

<< >>