[ novas regras não valem para textos incompreensíveis ]

"Sintomático que os casais peçam conselhos aos amigos para fazer em seguida tudo diferente. Amor muda as regras de propósito, muda o telefone, muda o endereço. Quem não está jogando não entenderá. É feito somente para jogar, não ser assistido. O mistério é não entendê-lo a ponto de preveni-lo. Prevenir o amor é matar a capacidade de aprender com suas conseqüências. " Sinto-me um texto incompleto, qualquer texto produzido por uma criança da primeira série que não sabe ainda onde colocar as vírgulas, os pontos, os travessões... não tem coesão. Não dá pra entender. Eu começo uma história sozinha, eu termino essa história sozinha. Começo uma relação sem perceber estou dependente dela e deixei o outro viciado em mim. Melhor em mim não, ele fica viciado no que eu sinto, o jeito que eu o trato e eu viciada em cuidar de alguém. Onde você estava?, com quem você foi?, quem era ela? , Porque acordou tão tarde, não tava bem ontem? Quer que eu vá lá com você? E ouço todas as respostas, "vocês criaram uma relação", uma relação sem a melhor parte, o amor em ações não em palavras. Eu escrevo que amo, mas me dói tanto não conseguir te dizer isso. Eu mostro que amo, eu vivo este amor com tudo que posso até onde você me permite, e eu queria dar um passo a frente, porque pra mim o amor é movimento. O amor é nosso olhar constantemente procurando um o outro, é meu braço procurando encostar no seu, nossas mãos se escontando quase sem querer enquanto andamos, são nossas bocas nervosas, ansiosas, secas, o amor é tudo isso que estamos vivendo..mas eu quero um passo a frente. Eu quero que você dê um passo a frente, pegue a minha mão e me leve. Mas esse esse passo a frente pode nos levar até um precipício, um caminho incerto, mas isso também é um movimento. O amor não pode ser guiado pelo medo de dar errado, de qualquer coisa que possa acontecer, tem de ser guiado pela fé no sentimento que nasce, um passo a frente, dê um passo de fé. E começo um novo parágrafo na nossa história ou termine e deixe - me assim como um ponto e vírgula, uma reticências uma história que você não consegue entender, um texto sem coesão. Luana Gabriela 04/06/2009

1 marginálias:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Faltou açúcar? Quer um verso de creme?

<< >>