Pedido


Não pense que eu não desejei
não diga que eu não quis
é só que eu me assustei
ao me ver tão feliz
Agridoce- Romeu

Eu me vi sorrindo. Foi através de teus olhos, tão próximo estava seu rosto do meu. Eu me vi através de ti, e eu estava muito mais bonita. É que a seu lado não há nada que fique feio, nem os dias chuvosos. Você é aquele que jamais me fará chorar, é perigoso dizer, mas eu arrisco. Eu me arrisco em teus braços, eu me jogo, me lanço. E depois eu fujo. E te deixo meio confuso. Tudo bem, é que eu estou confusa também. Há tempos recusando-me a rir com alguém, só rindo então de mim, pra não chorar.

Não é que eu não quis, não é que eu não queira, é que me assusto: estou contente de novo.  Não há só maus sentimentos em mim, você me faz sentir algo bom, mesmo que não seja amor. Eu sumo, para você vir atrás. Você some, me faz te querer mais. E esse jogo de esconde-esconde, o que nossos olhos e sorrisos revelam, me anima. É tua voz que me desperta todo dia, é tua risada que embala meu sono. Mais que amigo. Uma parte do mundo que não desiste de mim. A parte do mundo que me aceita, nas crises, nas besteiras, na preguiça e até no egoísmo. A parte de mim que me aceita como sou, fora de mim.

Eu te encontrei. Eu te quis. Eu te encontro quase sempre, e te desejo como nunca. Se eu sumo, é porque tenho medo, de resumir o que vivemos, de pular etapas, e também de arrastar conversas. Tenho medo dos silêncios, geralmente precedidos do seu “Cuide-se”. Tenho medo de responder: “Me cuido, mas só pra você”. Eu escrevendo novamente, você me lendo novamente. Parece que é assim mesmo, eu pra você, você pra mim. Por mais que a gente fuja, que tenham passado outras pessoas em nossos passados, mesmo com tudo isso, a minha rua atravessa a sua. O meu sorriso refletido em teus olhos, me conduz ao caminho para encontrar a felicidade de novo. A felicidade é teus braços me segurando, me impedindo de partir. A felicidade é tua risada me fazendo rir, a felicidade é ter você domingo à tarde no meu sofá, felicidade é tomar café da tarde contigo numa quarta-feira sem par, felicidade é você existir e me fazer sentir viva de novo. Não me assusta mais, que eu pulo em teus braços, e a gente pode cair.

Luana Gabriela
30/01/2011

7 marginálias:

  1. Que gostoso seu texto.
    E em cima, quando citou a música Romeu e Julieta, nossa.. eu falei: Isso acontece comigo! Esse projeto novo da Pitty com o Martin tá lindo né?
    E essa música se encaixou perfeitamente nas suas palavras..

    ResponderExcluir
  2. um amor tão puro e inocente e bom que me deu vontade de sentir também.

    A-pro-vei-ta.

    ResponderExcluir
  3. Que sentimento mais lindo! =)

    Que isso tudo seja realmente real, que isso tudo te faça feliz!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Seu texto é lindo!
    Adorei a escrita...

    Seja feliz, menina!
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Estou sofrendo de PLÁGIO em meus textos e citações!!
    O sujeito além de tudo, copia toda a minha “vida virtual”, preciso de ajudar; denuncias no ORKUT, TWITTER, BLOGGER, por favor…
    Vocês como escritores sabem o quanto é dificil essa situação, além de estar muito chateada estou com receio tb, o cara me monitora na internet. É doentiu!
    Toda e qualquer ajuda é muito bem-vinda!
    Muito obg :*
    luaraQ
    Meu blog:
    www.lluaraq.blogspot.com
    Segue o link do plagiador:
    http://danilocechinatto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. OI..
    Seu texto é incrível, de uma poesia indizível!!

    Um amor de cinema!

    Um beijo.
    Mell

    ResponderExcluir

Faltou açúcar? Quer um verso de creme?

<< >>